ROSANA GUBER

CONICET, Buenos Aires, Argentina

SESSÃO PLENARIA INAUGURAL - 9 de Julho

"Pensar a etnografia em Iberoamérica América Latina: 4 linhas e 4 paradoxos do trabalho de campo."

 

Guber1_con_nombre_fotógrafa.jpg

Rosana Guber é Doutora em Antropologia Social (Johns Hopkins University, Baltimore, EE.UU.) e investigadora do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Tecnológicas (CONICET), da República Argentina. Dirige o Mestrado em Antropologia Social IDES/IDAES-Universidade Nacional de San Martín, e é docente da mesma e da Universidade Nacional de Misiones, além da IDES Virtual. Em 2016, recebeu o Prêmio Konex Platino na categoria de Arqueologia e Antropologia.

Investiga o  método etnográfico (El Salvaje Metropolitano 1991/2004; La etnografía: método, campo y reflexividad 2001/2011, Prácticas etnográficas 2014), a antropologia da Argentina (La articulación etnográfica 2013, Antropologías argentinas 2014) e as memórias e experiências de protagonistas diretos da Argentina no conflito contra a Grã-Bretanha de 1982, conhecido na Argentina como "guerra das Malvinas" - eng. Falklands – (De chicos a veteranos 2004, Por qué Malvinas? 2001, y Experiencia de Halcón, 2016). Sua última publicação é uma compilação com a colaboração de Cornelia Eckert, Myriam Jimeno e Esteban Krotz: Trabajo de campo en América Latina (2018), reunindo 37 latino-americanos que refletem sobre o passado da disciplina e o trabalho de campo, a etnografia, a pessoa do investigador, o ensino do oficio, o trabalho de campo em situações de perigo e as alternativas metodológicas. O volume conta com um Anexo que oferece uma extensa bibliografia latino-americana sobre a etnografia e o trabalho de campo etnográfico.

 

Perfil académico.

 

 

   Logo AIBR

marcaUAM_vertical_pant.jpg

 Antro_UCM-2.jpg

   POTSDAM

 

 

 

REGISTROCONES